Nesta sessão disponibilizaremos as melhores Dicas de saúde, beleza, bem-estar, qualidade de vida e muito mais.

Tenham uma ótima leitura!
 
   
Notícia - 15 causas da queda de cabelo

15 causas da queda de cabelo

Está com queda de cabelo? A solução pode ser tão simples quanto tomar vitaminas…ou bem mais complicada. É verdade que a calvície é muito mais comum em homens, mas o afinamento e queda também ocorre em mulheres, e os efeitos na nossa autoestima são terríveis.

Antes de tratar a queda, é importantíssimo conhecer a causa, pois cada uma delas vai levar a um tratamento diferente. Aqui procuro listar a maioria das causas (comuns, ou não tão comuns) para servir como uma pequena referência (para um diagnóstico e tratamento preciso, sempre consulte um médico).

1. Estresse Físico ou Emocional

Traumas físicos — como cirurgias, acidentes de automóvel, doenças graves, e até gripe — podem causar queda temporária de cabelo. Estresse emocional é bem menos provável de causar queda, mas também pode acontecer. Exemplos típicos são divórcio e morte de um ente querido. Nesses casos de estresse, a queda de cabelo se resolve com o tempo.

2. Pós-Gravidez

A queda de cabelo relacionada à gravidez é comumente vista após o nascimento do bebê, e é causada por alterações hormonais. Ela é considerada normal, e o cabelo volta naturalmente depois de alguns meses.

3. Excesso de Vitamina A

Exagero em suplementação vitamínica pode causar queda de cabelo, segundo a Associação Americana de Dermatologia. O valor recomendado de Vitamina A diário é de 5000 IU, e suplementos podem conter de 2500 a 10000 IU. Para resolver o problema, basta parar de consumir a vitamina A em excesso e o corpo se recupera normalmente.

4. Falta de Proteína

Se você não tiver proteína suficiente em sua dieta, o corpo vai "economizar" seu uso reduzindo a produção de cabelo. Isso normalmente acontece de 2 a 3 meses após a redução na ingestão de proteína. Para resolver, inclua em sua dieta fontes de proteína, como peixes, carne e ovos.

5. Hereditariedade

A chamada alopécia androgenética (AAG) é a manifestação feminina da calvície tão comum em homens, e é herdada através dos genes do pai. Nesses casos, o uso de medicação como Minoxidil normalmente ajuda.

6. Hormônios Femininos

Assim como no caso dos hormônios na gravidez, mudar sua pílula anticoncepcional (ou parar de tomá-la) pode também causar queda. A alteração hormonal da menopausa também pode ter o mesmo efeito. Nesses casos, o melhor é discutir com sua ginecologista sobre qual o melhor anticoncepcional para você (cada caso é um caso), ou sobre tratamentos hormonais específicos.

7. Anemia

1 em cada 10 mulheres de 20 a 50 anos sobre de anemia por falta de ferro. Essa é uma causa comum de queda de cabelo, e bastante fácil de resolver. Basta fazer o exame de sangue para detectar o problema, e fazer suplementação de ferro.

8. Hipotireoidismo

Quando a glândula tireoide não está secretando a quantidade suficiente de hormônios (hipotireoidismo), isso pode contribuir para queda de cabelo. Nesses casos, seu médico pode fazer exames para detectar essa condição, e possivelmente prescrever medicação adequada.

9. Deficiência de Vitamina B

Apesar de não ser uma causa muito comum para queda, a deficiência de vitamina B pode sim ser uma causa. O problema pode ser resolvido através de suplementação e mudanças na dieta. Essa vitamina pode ser encontrada em peixes, carne, vegetais e frutas não-cítricas.

10. Queda relacionada à sistema autoimune

A alopécia aerata é uma queda em alguns pontos específicos da cabeça (causando "falhas") e é causada por uma resposta autoimune exagerada do corpo: o organismo vê o cabelo como um corpo estranho e reage contra ele. Outras doenças autoimunes como o Lupus também podem ser a causa. Injeções de esteroides (e outras drogas) são utilizadas, mas o curso da recuperação é imprevisível (pode haver novas quedas, recuperações, etc.)

11. Perda de Peso repentina

A perda de peso muito rápida é considerada um estresse físico, mesmo que ter emagrecido tenha sido saudável para você. Como causadores, há o emagrecimento em si, ou ainda uma possível falta de vitaminas ou nutrientes minerais. A queda também pode ser sinal de um transtorno alimentar como anorexia ou bulimia. Esse tipo de queda normalmente se resolve cerca de 6 meses após a condição ser corrigida.

12. Síndrome do ovário policístico

A síndrome do ovário policístico é um desequilíbrio entre hormônios masculinos e femininos. Excesso dos hormônios masculinos pode levar a cistos no ovário, ganho de peso, e outras condições, incluindo queda de cabelo. Outro sintoma associado comum é o excesso de pelos no rosto ou no corpo. Tratando o problema, a queda se resolve.

13. Antidepressivos e outras medicações

Há uma gama de classes de medicamentos que podem promover a queda de cabelo. Entre as mais comuns, estão os afinadores de sangue e os remédios para pressão conhecidos como beta-bloqueadores, assim como Ibuprofeno e remédios para depressão. Se for o seu caso, converse com seu médico para tentar substituir o medicamento ou reduzir a dose.

14. Esteroides Anabolizantes

Esteroides utilizados para crescer massa muscular são mais comuns no meio masculino, mas pode acontecer de ser usado (e abusado) por mulheres também. O mecanismo da queda de cabelo se processa da mesma forma que na síndrome do ovário policístico, e é resolvida suspendendo o uso desses anabolizantes.

15. Envelhecimento

É razoavelmente comum perceber queda de cabelo em mulheres que entram nos 50 ou 60 anos, e os especialistas ainda sabem exatamente por quê isso acontece. Se esse for o seu caso, os especialistas recomendam que não seja tratado medicamente, exatamente por não entenderem exatamente os motivos. Assim, deve-se recorrer a soluções estéticas como implantes ou penteados que cubram as falhas.


< Voltar
 
Rua 24 de Maio, 77 - Galeria R. Monteiro - Loja 10 - CEP: 01041-001 - São Paulo - SP
Telefone/fax: (11) 3223-2788 E-mail: contato@magnavita.com.br
  Copyright © 2006 - Todos os direitos reservados - Magna Vita Homeopatia e Produtos Naturais