Nesta sessão disponibilizaremos as melhores Dicas de saúde, beleza, bem-estar, qualidade de vida e muito mais.

Tenham uma ótima leitura!
 
   
Notícia - Overtraining: quando o treino excessivo se torna um problema

Overtraining: quando o treino excessivo se torna um problema

Muitos atletas e praticantes de musculação fazem treinamentos intensos em busca de melhores resultados. Porém, o grande volume de exercícios por um período prolongado e sem tempo suficiente para recuperação pode levar a um declínio do desempenho, tanto psicológico quanto fisiológico. Essa condição recebe o nome de overtraining.

Com acompanhamento profissional adequado e alguns cuidados, é possível evitar o problema. Um bom plano de treinamento, levando em consideração o volume, intensidade e pausas de recuperação, é o fator principal.

Entenda o que é overtraining

O termo overtraining corresponde ao excesso de treinamento. É quando o volume de exercícios é muito intenso e ultrapassa a capacidade de recuperação e adaptação do corpo, o organismo apresenta mais catabolismo (degradação) do que anabolismo (acúmulo).

Isso prejudica os resultados e pode causar problemas de saúde. Ocorre mais comumente quando uma pessoa treina de forma inadequada, não respeitando os intervalos ou tempo de recuperação, além de manter uma dieta desequilibrada e insuficiente.

Os sintomas provocados pelo problema são diversos, como cansaço intenso, fraqueza, insônia, lesões agudas e crônicas, desequilíbrio do sistema hormonal, irritabilidade, diminuição do rendimento, alteração da pressão arterial, diminuição do apetite, perda de peso corporal, reações alérgicas e náuseas.

Ocorre principalmente com corredores e praticantes de musculação, que exageram no volume dos treinos sem ter o descanso adequado, além de, muitas vezes, escolherem uma dieta incorreta. As consequências do overtraining vão desde a ordem muscular, passando por problemas nas articulações, até resultar em prejuízos para o sistema imunológico e inclusive psicológico.

O tratamento do overtraining varia de acordo com cada situação, levando em consideração as causas e a gravidade do caso. Em geral, é indicada a redução drástica do treino ou, em casos mais graves, a interrupção total das atividades físicas por determinado período.

Como evitar o problema

A prevenção do overtraining pode ser feita principalmente com a periodização adequada de treinamento. Os atletas precisam de uma recuperação apropriada de acordo com os ciclos de treino mais intensos. Para isso, os praticantes devem observar os sinais do corpo, identificando sensações como preguiça, cansaço e exaustão.

Além do descanso para a recuperação do organismo, a nutrição também é muito importante durante o treinamento intenso. A dieta deve suprir todas as necessidades do organismo e ainda reabastecer os níveis de glicogênio (tempo de recuperação suficiente com a suplementação de carboidratos dietéticos).

Cuidados com a hidratação, ingestão de todo os grupos alimentares e dieta individualizada, de acordo com a atividade praticada e o ciclo de treinamento, ingerindo os alimentos certos antes, durante e após os exercícios.

Um cardápio para evitar o problema deve conter frutas, verduras e legumes variados, carboidratos e proteínas, podendo ainda ser necessária a suplementação de alguns nutrientes como glutamina, ômega 3, antioxidantes (vitaminas A, E e C, selênio, zinco) e BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada).


< Voltar
 
Rua 24 de Maio, 77 - Galeria R. Monteiro - Loja 10 - CEP: 01041-001 - São Paulo - SP
Telefone/fax: (11) 3223-2788 E-mail: contato@magnavita.com.br
  Copyright © 2006 - Todos os direitos reservados - Magna Vita Homeopatia e Produtos Naturais