Nesta sessão disponibilizaremos as melhores Dicas de saúde, beleza, bem-estar, qualidade de vida e muito mais.

Tenham uma ótima leitura!
 
   
Notícia - 7 sinais do Overtraining

7 sinais do Overtraining

Se você treina há algum tempo, intensamente ou não, e têm tido a experiência frequente de treinos mais cansativos, mais dores no corpo ou com aquela sensação de que os treinos não estão rendendo – você têm grandes chances de estar no Overtraining, (Excesso de Treino).

O overtraining é um problema típico dos atletas, causado principalmente pela falta de informação. E isto é compreensível, já que o conhecimento popular é que, quanto mais treino melhor, fazendo do overtraining um problema difícil de lidar...

Então, o que é o overtraining? Como saber se estou treinando em excesso ou se o meu cansaço vem da minha disciplina em ir à academia a qualquer custo? O que devo fazer?

A causa do overtraining é simples, mas pode ser um pouco confusa: Você não está treinando demais, mas está treinando além dos limites do seu corpo. O que você precisa saber é de onde vem o cansaço e se os treinos fazem parte deste processo. Se for o caso, os treinos podem acabar prejudicando a sua saúde e seus resultados – mais do que a estagnação, seu corpo pode acabar sofrendo até um retrocesso devido ao excesso de exercícios!

Já imaginou? Apesar de todo seu esforço e disciplina nos treinos, você pode estar piorando a sua condição física e estar sujeito à várias lesões musculares! Para evitarmos que isso aconteça, descrevemos 7 principais sinais que você deve estar atento para evitar o overtraining em qualquer estágio e nível que esteja. Vamos conferir?

1. Você se sente inapto a terminar sua rotina normal de exercícios

Após um tempo com o mesmo treino, você resolve aumentar a carga dos pesos ou a distância da sua corrida, o que é positivo. Elevar a dificuldade dos exercícios faz parte do progresso e da melhoria dos resultados e ao tomar essa decisão, duas coisas podem acontecer:

Você consegue completar o seu treino com a intensidade adicional, ou;
Você é forçado a parar para descansar, já que ainda não está preparado para a mudança.

Este é o processo normal e saudável de progressos nos treinos. Entretanto, a situação inversa também pode ocorrer, onde, mesmo treinando com frequência, você pode sentir dificuldades em realizar os treinos cotidianos que normalmente são realizados sem grandes dificuldades, ou mesmo sentir a necessidade de diminuir o ritmo. Esta ocorrência está altamente ligada ao overtraining, portanto fique atento, nestes casos o melhor a se fazer é tirar dois ou três dias para descansar e voltar com energia.

2. Sua definição muscular e boa forma têm regredido

Muitas pessoas não sabem, mas há uma linha tênue entre a perda de massa muscular e a perda de gordura pelo corpo. Ao treinar você queimará gordura, mas caso seja iniciante, o seu organismo precisará de um tempo para se ajustar. Caso você esteja exagerando em suas atividades físicas, ou não se alimentando adequadamente, o seu corpo pode passar a buscar energia no tecido muscular ao invés de recorrer aos carboidratos e à gordura. Ou seja, você pode estar perdendo músculos durante o seu treino para ganhar massa muscular! Como a perda muscular é facilmente visível, caso note que isto esteja acontecendo o melhor a se fazer é reduzir um pouco a intensidade e melhorar a dieta.

3. Você está treinando à exaustão todos os dias

Seu corpo precisa de descanso, mesmo que queira continuar. Ao tirar um dia de folga, você estará descansando não só os seus músculos, mas também suas juntas e tendões, evitando possíveis lesões musculares.

A motivação é essencial para continuar progredindo e é ótimo que você sempre tenha força de vontade para ir à academia, mas é preciso diferenciar o cansaço (resultante do overtraining) e a preguiça. Se você acha que está fadigado, sendo que treinou pesado nos últimos 30-45 dias, tire uma semana para descansar, você verá como isso aumentará o seu rendimento quando voltar a se exercitar, além de conseguir manter a sua forma com uma boa dieta.

4. Você é um atleta de força/explosão e percebe um excesso de ansiedade e energia mesmo quando não está treinando

Este sinal de treino em excesso vale para qualquer atleta que realiza treinos de explosão e treinos que gastam grande quantidade de energia em pouco tempo. Essas condições podem causar alterações nervosas que mantém o organismo em constante estado de alerta, pois o corpo deduz que estará sob estresse o todo tempo. Este fator está altamente relacionado ao overtraining e afeta o sono e a saúde de modo geral, fique atento!

5. Você é um atleta de resistência e está se sentindo cansado ou com fadiga quando não está se exercitando

Os exercícios de endurance, ou seja, que demandam grande resistência, costumam trabalhar o sistema nervoso parassimpático, que ao ser posto sob estresse, libera o hormônio cortisol na corrente sanguínea, fazendo com que o organismo se sinta mais cansado. Essa ação é típica dos treinos de resistência porque estimulam esse sistema nervoso constantemente, resultando no aumento de cortisol e causando a sensação de fraqueza.

6. Suas juntas, ossos e membros doem

Sentir dor após alguns dias do treino é comum e faz parte do recondicionamento do corpo aos estímulos dos exercícios. Entretanto, é necessário estar atento ao tempo de duração destas dores e suas intensidades, pois elas podem não ser apenas micro lesões musculares. Caso a dor não passe após cerca de 7 dias de repouso e está prejudicando inclusive a sua mobilidade natural, é muito provável que você tenha posto seu corpo sob estresse excessivo por overtraining. Consulte um médico e não faça grandes esforços físicos até que as dores passem completamente.

7. Gripes e resfriados constantes

O overtraining afeta seu sistema imunológico e pode fazer com que você adoeça com mais frequência que o normal. O estresse e a falta de descanso também irão contribuir para a demora na recuperação. Caso você esteja treinando pesado e perceba um excesso de resfriados e até gripes mais intensas em um curto período de tempo, é necessário dar um tempo de descanso ao corpo.

Existem outros sinais agudos de overtraining que devem ser levados em consideração, podem ser de mais difícil diagnóstico, mas são fáceis de serem ao menos percebidos, como:

- Dores agudas e persistentes na musculatura e juntas;

- Queda repentina no rendimento;

- Insônia;

- Dores de cabeça;

- Mudança de humor e irritabilidade;

- Falta de apetite;

- Depressão;

- Cansaço, falta de energia: facilmente confundidos com preguiça, que acaba o levando à academia e agravando ainda mais o problema. Como dissemos anteriormente, a preguiça está relacionada simplesmente a sua vontade de estar em outra atividade ou devido a algo que não lhe agrada de alguma maneira. Caso haja cansaço e certa fraqueza, o problema deve ser visto de outra forma.


< Voltar
 
Rua 24 de Maio, 77 - Galeria R. Monteiro - Loja 10 - CEP: 01041-001 - São Paulo - SP
Telefone/fax: (11) 3223-2788 E-mail: contato@magnavita.com.br
  Copyright © 2006 - Todos os direitos reservados - Magna Vita Homeopatia e Produtos Naturais