Nesta sessão disponibilizaremos as melhores Dicas de saúde, beleza, bem-estar, qualidade de vida e muito mais.

Tenham uma ótima leitura!
 
   
Notícia - Frutos do mar: Saiba como esses alimentos combatem doenças

Frutos do mar: Saiba como esses alimentos combatem doenças

A vantagem de consumir esses itens para a tireoide é imensa, pois eles são ricos em iodo, o mineral mais importante para a saúde da glândula.

Não só de peixes e algas vive o mar. Sua fauna está repleta de outros itens que ficam bem saborosos em nossa dieta. Entre eles se encontram itens como camarões, mexilhões, lagostas, siris e ostras.

A vantagem de consumir esses itens para a tireoide é imensa, pois, justamente por virem do mar para o nosso prato, eles são ricos em iodo, o mineral mais importante para a saúde da glândula, já que ele é o principal ingrediente na receita dos hormônios tireoidianos.

Inclusive, é a quantidade de moléculas de que determina e diferencia os dois compostos, T3 e T4. Já foi comprovado e é atestado pelos médicos que a falta desse nutriente influencia diretamente no surgimento de males da tireoide, até porque, se os hormônios não forem produzidos, não há como eles atuarem na modulação do organismo.

Porém, se eles são superindicados quando o trabalho da tireoide está abaixo do esperado, pessoas com hipertireoidismo devem tomar mais cuidado com seu consumo. Esses itens também contêm selênio e zinco, minerais que influenciam na ação dos hormônios nas células do corpo, pois tem um papel muito importante na transformação do T4 em T3.

Eles contam também com a presença da vitamina A, que modula a produção de TSH (sigla inglesa para Hormônio Estimulante da Tireoide), incentivando o órgão a produzir mais, sendo muito importante para quem tem hipotireoidismo.

Modo de usar: mais comuns em dietas do litoral do que no interior, o indicado é consumir esses alimentos em porções de 120 gramas, não mais do que duas vezes por semana. São uma boa opção para variar o cardápio. Mas tanto a limpeza quanto o manejo com esses alimentos na panela pedem cuidados.

Se ficarem cozinhando mais tempo que o recomendado, por exemplo, eles rapidamente perdem o aroma e a consistência ideais, podendo até mesmo ficar borrachudos.

Cuidado com as alergias

Infelizmente, é comum que algumas pessoas tenham reações alérgicas a esses alimentos. Elas são mais comuns na idade adulta, até porque crianças normalmente não aceitam consumir esses alimentos com tanta facilidade e boa vontade. Estima-se que esse mal esteja presente em 1% a 3% da população.

Mas provar não é a única forma de saber se a pessoa é ou não alérgica a esse alimento, até porque é a mais perigosa, já que uma reação alérgica pode resultar até no fechamento da garganta. Médicos alergistas realizam testes na pele para determinar alguns itens a que os pacientes possam ter reações de rejeição.


< Voltar
 
Rua 24 de Maio, 77 - Galeria R. Monteiro - Loja 10 - CEP: 01041-001 - São Paulo - SP
Telefone/fax: (11) 3223-2788 E-mail: contato@magnavita.com.br
  Copyright © 2006 - Todos os direitos reservados - Magna Vita Homeopatia e Produtos Naturais